26 setembro, 2015

Diabo na Cruz

diabo na cruz
vida da estrada
feira da luz diabo na cruz
Quem me segue no instagram @maraickles sabe que, na passada quinta-feira, atravessei o Rio Tejo pela segunda vez no dia para poder estar às 23h nas Festas da Moita para assistir a um grande concerto que há já algum tempo esperava.

Falei dos Diabo na Cruz no meu vídeo de favoritos de Verão (este!) depois de ter tido o prazer de os ficar a conhecer em concerto. São uma banda portuguesa, reconhecida pelo seu estilo musical particular por eles denominado Roque Popular e que tem feito as delícias das minhas viagens de carro. Talvez não tivesse sido tão afectada por esta febre se não os tivesse conhecido no seu habitat natural por entre "batidas de fazer rodopiar um transmontano" mas desde essa noite de Agosto que aprendi verdadeiramente a apreciar a música portuguesa.

As letras são geniais, poéticas até e há algo de mágico em ouvir a nossa língua materna entoada e reconstruída em músicas que nos prendem a cada segundo, por muito fã que eu seja do british accent. Antes das letras, fui conquistada pelo ritmo e pela indefinição do estilo dos Diabo na Cruz, pela forma como eles conseguem chegar a todo o público, dos 8 aos 80 sem deixarem de parte as suas raízes. Um autêntico talento português que parece estar longe de receber o protagonismo que merece.
Desta vez, a festa foi na Moita, no dia 17 e apesar do público ter demorado a acostumar-se à sonoridade, o recinto foi enchendo até ao culminar do concerto em aplausos sentidos e merecidos. A setlist teve recheada de músicas do álbum mais recente Diabo na Cruz, passando pela Vida de Estrada, Ó Luar, Moça Esquiva e Ganhar o Dia mas sem nunca esquecer os êxitos mais antigos como a Dona Ligeirinha, Siga à Rusga e claro, Chegaram Os Santos (desta vez, sem comboio).
Um concerto memorável de uma banda que deu tudo e mais do que podia para estar à altura do que os fã esperavam. E se estiveram. Update: ontem fui vê-los à Feira da Luz, em Carnide. Superou consideravelmente o concerto na moita. Um alinhamento excelente que para além dos clássicos, teve direito a todas as canções do novo álbum. Quase chorei a ouvir a Amélia e mesmo no final, a Armário da Glória.
nesjgd-horz

   twitter flickr lookbook facebook  youtube bloglovin

13 setembro, 2015

Seaside

outfit verão
vlog algarve
vlog férias
praia dos aveiros
praias de portugal
outfits férias
Quem me segue no instagram (@marapickles) sabe por onde andei há umas semanas - parece que foi ontem mas pelo meio já comecei as aulas na faculdade e já tenho trabalho a acumularem-se na secretária - e custou-me bastante regressar à realidade.
Confesso que já estava de farta de férias mas teria feito o sacrifício de aguentar mais uns dias num dos sítios, para mim, mais bonitos do Algarve.
Nunca tinha estado nesta zona e fiquei maravilhada com todas as paisagens que me rodeavam! Se há coisa que aprecio na praia é a natureza que a envolve e o quão raw ela se apresenta e pela primeira vez no Algarve, senti que estava num sítio intocável. As palavras não vão descrever de maneira nenhuma a beleza da Praia dos Aveiros por isso deixo-vos um vídeo bastante mais esclarecedor - enjoy.
Foi também a primeira vez que fiquei hospedada num resort em Portugal - o Auramar Beach Resort - e não podia ter ficado mais contente com a experiência. A localização fê-lo destacar-se no meio de muitos outros resorts onde já estive, até mesmo quando comparado com o hotel onde fiquei em Cabo Verde. As condições do hotel não o deixavam atrás de qualquer resort de 5 estrelas no estrangeiro o que me faz pensar no desperdício que é sair do nosso país para conhecer outras culturas e locais quando nem o nosso país está totalmente revelado. No fundo, somos uns sortudos.

nesjgd-horz
This year I decided to stay in my country and enjoy the beautiful landscapes it has to give me and I'm so glad I did it. Sometimes I forget how lucky I am to live in a country surrounded by the ocean and where the sun shines most of the days, I should be more grateful for the breathtaking beaches we can find in every corner that look just like the ones I constatly reblog on tumblr.
If you follow me on instagram (@marapickles) you would have seen a couple of mesmerizing images I took whilst I was there and I would definitely recommend you watching footage I took.
   twitter flickr lookbook facebook  youtube bloglovin

29 agosto, 2015

Verniz gel é bom?

verniz-gel
Decidi arriscar e experimentar o tão popular verniz gel.
Nunca gostei de unhas de gel nem de fingir que as minhas unhas são maiores, melhores ou mais bonitas. Sempre cuidei bem das minhas unhas e fiz os possíveis para que estivessem saudáveis e naturalmente compridas por isso pensar em agredi-las com manicures inovadoras estava fora de questão.
Depois de muitas lutas contra a duração de qualquer, qualquer mesmo, verniz que eu pudesse aplicar - não importa a marca, o preço, ou a duração prometida, as minhas unhas não estão intactas por mais de  3 dias - resolvi que tinha de pôr os medos de parte e experimentar o verniz gel.
gelinho-verniz-gel
verniz-gel-barato
verniz-gel-andreia

A aplicação foi feita pela Carolina (ela é um amor) que está a tirar o curso de unhas de gel - vejam o instagram dela aqui! - e demorou cerca de 1h. 
Estas são as minhas unhas ao fim de duas semanas e a minha opinião depois da primeira experiência.

A aplicação, apesar de demorar cerca de 1h, é bastante mais prática do que numa manicure regular. Quando todos os produtos são aplicados - base, cor e top coat - estão prontas para seguir com a vossa vida sem se preocuparem com o manuseamento do que quer que seja. A espera interminável para que as unhas sequem e a dúvida permanente "será que já posso mexer nisto sem arruinar a minha vida?" desaparece.

A duração prometida é de 4 semanas (para este verniz) e já conto com duas com as unhas intactas. Quer a cor, quer o brilho se mantiveram até agora.

A espessura do verniz endurece as unhas fazendo com que seja mais difícil parti-las - um dos meus grandes problemas. Sou adepta de ter as unhas enormes e partir uma delas pelo sabugo a realizar a tarefa mais ridícula de sempre, o que, incrivelmente, ainda não aconteceu. Acho que é uma óptima maneira de deixar as unhas crescer.

Quanto a pontos negativos, ainda não encontrei nenhum. Não noto que as minhas unhas tenham ficado danificadas pela aplicação que foi pouco agressiva mas isso só poderei garantir quando tiver de dizer adeus a esta cor maravilhosa. 
O verniz gel que estou a usar é o da Andreia na cor 274 e podem encontrá-lo na Pluricosmética ou na Presença de Luxo.
verniz-gel-andreia-barato
nesjgd-horz

   twitter flickr lookbook facebook  youtube bloglovin

23 agosto, 2015

Easy peasy

calções mom jeans
vintage
outfit verão
outfit
É verdade, não largo estes calções.
Já é a segunda vez que os vêm por aqui e eu não os tenho assim há tanto tempo e seria até vergonhoso dizer-vos as vezes que já os usei desde a sua makeover. Sem me querer gabar, adoro o corte a vibe deles e tenho a certeza que me vão fazer imenso jeito quando começar a faculdade. Se não viram como os fiz, podem espreitar aqui.
Por falar em faculdade, já fiz as minhas primeiras compras para o regresso às aulas: 5 canetas BIC, duas t-shirts e umas calças de ganga. Essenciais, certo? Mostro-vos no próximo post!
Ontem foi uma noite diferente em família: um jantar especial na Pizza Hut com direito a cheesy bites e sobremesa - cookie dough - se nunca a provaram, não imaginam o que estão a perder. Imaginem uma chipmix gigante, enfiada no forno até as pepitas derreterem e com uma bola de gelado em cima para terminar. Sim, têm de experimentar! Não quero revelar mais nada porque o vlog vai estar no canal em breve. O que vão fazer hoje?
nesjgd-horz
Another day, same shorts. You can say I'm obsessed with them after their revamp!
   twitter flickr lookbook facebook  youtube bloglovin